Go to Top

ANSIEDADE – LEVE ESSE ASSUNTO A SÉRIO!

A ansiedade pode ser vista como normal quando ela é circunstancial e relacionada a algo concreto que esteja para acontecer. É comum uma pessoa se sentir ansiosa na véspera da apresentação de um trabalho, ou numa situação de espera por um resultado de exame ou ainda no auge da paixão, a espera de um telefonema. Acontece que quando a ansiedade se torna crônica e sem motivo aparente, transforma-se no que chamamos de transtorno.
A interferência no dia a dia é devastadora porque a pessoa catastrofiza situações normais, antecipa desgraças e sofre com preocupações com dinheiro, saúde, morte, trabalho… a ansiedade é excessiva, intensa e incontrolável.
Alguns sintomas físicos extremamente incômodos são associados ao TAG (transtorno de ansiedade generalizada), são eles: fadiga, agitação, dores de cabeça, náusea, amortecimentos e formigamentos nas mãos e nos pés, tensão muscular, dores musculares, dificuldade de engolir, falta de ar, dificuldade para respirar, tremores, irritabilidade, transpiração excessiva, insônia, ondas de calor, coceiras ou vermelhidão da pele, períodos de depressão, fobia social, dificuldade de concentração, desorientação e perda da memória dificultando assim a vida social da pessoa. Caracteriza-se como TAG quando os sintomas são contínuos por seis meses.
É comum que os familiares minimizem a gravidade da doença ou que considerem uma situação perfeitamente circunstancial. Não é.
É importante que seja feito um tratamento sério com psicoterapia e medicamentos receitados por psiquiatra. O quanto antes o tratamento começar, menor o sofrimento. A psicoterapia deve ser continuada independente do desaparecimento dos sintomas.

Silvia Barros
Psicóloga e psicoterapeuta
www.silviabarros.com
Tel: 32941005

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *